domingo, 25 de fevereiro de 2007



Foi uma das melhores exibições do Aves, esta época. Disso ninguém pode duvidar. É claro que não fez uma exibição muito superior à do Sporting, mas analisando a grandeza e história dos dois emblemas a coisa muda de figura... Para um "lanterna vermelha", o Desportivo mostrou a um eterno candidato ao título uma vontade de vencer e uma confiança fantásticas. O Aves mostrou mais do que tem mostrado na maioria dos jogos desta época. É este o Aves que todos os adeptos querem ver, com garra, determinação e vontade (algo que mal se tem visto...). É este o Aves que merece ficar na Primeira, não é o Aves do jogo com o Marítimo, nem o Aves do jogo com o Braga (só para relembrar os jogos mais recentes). Não faltam assim tantos jogos para terminar a época... Só com esta atitude, demonstrada em Alvalade, o Aves conseguirá a manutenção! Parabéns à equipa pela lição de humildade, que mostrou a todo o país, em Alvalade! FORÇA!



"Um empate em Alvalade foi um grande resultado, mas acima de tudo porque os nossos jogadores se bateram de uma maneira que devia ser a regra e não a excepção. O Aves não se limitou a defender, e na primeira parte criou algumas jogadas ofensivas com cabeça tronco e membros e não jogadas atabalhoadas como nos tem habituado. " - SITE DA FORÇA AVENSE
O resultado do Sporting vale um ponto, pois nem o FC Porto nem o Benfica jogaram. Mas vale também pelo que fez o Aves. As avaliações dos resultados dos grandes com um clube pequeno ou médio são sempre feitas por demérito de um grande. O Desportico das Aves fez um jogo sério, muito empenhado, com uma equipa bastante organizada e que por acaso tem a mesma cor da camisola da equipa do Beira-Mar” - JESUALDO FERREIRA



"Contra um destino há muito anunciado (desde o início da prova, o Desportivo das Aves perfila-se como o mais sério candidato à despromoção), o conjunto dirigido por Neca uniu esforços e, quem sabe se inspirado pela sugestão cinematográfica do técnico , deixou Alvalade à beira de um ataque de nervos e o leão em agonia... no terceiro lugar da Liga e com a margem de erro cada vez mais reduzida a... nada." - ABOLA



"O Futebol é do povo... Façam-no para ele. Não ao Futebol Moderno!" - FORÇA AVENSE

"Neca tinha afirmado, numa prelecção sobre futebol, que quem não tem lagosta vai à luta com carapaus. Em Alvalade, o professor trouxe, afinal, jaquinzinhos. Uma equipa curta, que revelou grande entreajuda e espírito de sacrifício a defender a sua baliza, mas foi pequenina e pouco atrevida na hora de alvejar a de Ricardo. Mas o ponto conquistado é um justo prémio." - ABOLA

"«Defrontámos uma grande equipa, que é candidata ao título e que na minha opinião os pontos que conseguiu até ao momento não reflectem a sua qualidade.» Foi desta forma, com elogios para o adversário, que Neca começou a análise ao jogo, que valeu um ponto à custa de muito sacrifício e empenhamento. «Sabíamos que iria ser uma tarefa difícil, mas enfrentámos o adversário olhos nos olhos e discutimos o jogo pelo jogo. E na primeira parte foi mesmo o Desp. Aves quem criou a melhor situação de golo», reconheceu. Neca confessou que, ao intervalo, avisou os seus jogadores para a pressão do Sporting. E sublinhou que os seus jogadores foram enormes no espírito de sacrifício. «O início da segunda parte foi difícil e de grande pressão do Sporting. Mas a equipa manteve-se unida e o adversário não conseguiu criar rupturas no bloco. E tivemos o lance de Artur Futre, que tentou fazer um chapéu a Ricardo e falhou por pouco. Foi um jogo emotivo, pena que não houvesse golos, mas se tivéssemos ganho seria injusto», sublinhou, mantendo-se confiante de que a equipa tem arcaboiço e qualidade suficientes para sair do último lugar e continuar entre os grandes do futebol português." - ABOLA


"
Sérgio Nunes foi o homem do jogo. O defesa-central fez uma grande exibição e, no final do jogo estava naturalmente satisfeito com o empate e com o ponto obtido em casa de um candidato ao título. «É sempre bom pontuar, ainda por cima em casa do Sporting. Viemos jogar sem qualquer pressão e penso que todos estamos de parabéns pela exibição e pelo resultado obtido», disse." - ABOLA



"Numa análise global ao jogo, tenho de dizer que, acima de tudo, defendemos bem. Fizemos uma boa primeira parte e, neste período, dispusemos de uma clara oportunidade de golo que, infelizmente, não consegui concretizar. Reconheço que tivemos alguma sorte em defender bem e o Sporting o azar de não fazer o golo. Tentamos sempre cumprir as indicações do treinador. Hoje [ontem] deu certo, outras vezes dá errado. Estamos no último lugar da tabela, mas não podemos desistir. Temos de continuar a lutar pelos nossos objectivos. Regressei a uma casa que bem conheço, pois passei aqui vários anos da minha formação futebolística. Reencontrei vários antigos colegas mas agora estamos em lados diferentes da barricada e cada um defende as suas cores" - ARTUR FUTRE


"
Perante tamanha moleza dos anfitriões, o Aves, com um sistema táctico bem mecanizado e preparado para o combate em todas as zonas do terreno, infundiu consistência aos blocos recuados e, à medida que foi ganhando confiança, alongou-se no relvado, aproveitando as frequentes chegadas de Artur Futre ao eixo do ataque, fruto de um bom entendimento com Jorge Ribeiro e, mais à frente, Hernâni no desdobramento posicional." - OJOGO "O Desportivo das Aves conseguiu um importante ponto em Alvalade e os leões podem dizer adeus ao título caso o FC Porto vença este domingo em Aveiro. O Sporting não conseguiu melhor que um empate sem golos frente aos avenses e volta a dar-se mal a jogar com equipas a equipar de amarelo. Depois do Paços de Ferreira e do Beira-Mar, o Desp. Aves jogou nos mesmos tons e os leões voltaram a não conseguir ganhar." - SPORTUGAL



"O terceiro recebia o último. As probabilidades de que o resultado fosse diferente de uma vitória a favor do candidato ao título eram mínimas. Mas com algum engenho, concentração, espírito de sacrifício e alguma sorte, o Desportivo das Aves conseguiu um nulo inesperado em Alvalade, atrasando os leões, e conquistando um importante ponto para a liga dos últimos. Foi desperdício a mais para os homens de Paulo Bento, sobretudo no segundo tempo, mas premeia a exibição do adversário e castiga uma exibição muito aquém do esperado." - MAISFUTEBOL


1 Comment:

  1. mario_coluna said...
    ...e "um dos melhores de sempre", não??

Post a Comment