domingo, 30 de setembro de 2007

Rio Ave 2-1 C.D. AVES

O Aves regressou este Domingo aos resultados negativos, depois de ter perdido com o Rio Ave no Estádio dos Arcos. O Aves adiantou-se no marcador por intermédio de Robert, mas mais uma vez não foi capaz de segurar a vantagem. Ao intervalo o Rio Ave já vencia. Na segunda parte, nem contra 10 elementos o Aves conseguiu chegar ao golo, mostrando falta de inspiração... Mais uma boa oportunidade de pontuar perdida.



Resultados da sexta jornada: Beira-Mar 1-2 Santa Clara; Estoril 1-2 Olhanense; Trofense 1-0 Penafiel; Varzim 2-0 Freamunde; Rio Ave 2-1 Aves; Feirense 1-2 Vizela; Gondomar 1-1 Gil Vicente; Portimonense 0-0 Fátima.

CLASSIFICAÇÃO: 1º Santa Clara 16 pontos; 2º Trofense 13; 3º Estoril 12; 4º Vizela 11; 5º Varzim 11; 6º Rio Ave 11; 7º Beira-Mar 10; 8º Fátima 9; 9º Olhanense 9; 10º Gil Vicente 8; 11º Freamunde 6; 12º Feirense 5; 13º Portimonense 4; 14º Aves 3; 15º Gondomar 2; 16º Penafiel 1.

Foto: Miguel Ângelo Pereira

sábado, 29 de setembro de 2007

RIO AVE vs C.D. AVES

30 de Setembro, 16H (6ª Jornada)
Estádio dos Arcos, Vila do Conde

sexta-feira, 28 de setembro de 2007

quinta-feira, 27 de setembro de 2007

"O guarda-redes Rui Faria tem uma contractura no adutor direito, uma sequela do jogo com o Varzim, quando escorregou ao executar um pontapé de baliza, e ontem treinou com precauções. Nada que o impeça, contudo, de marcar presença na baliza em Vila do Conde, sendo mesmo de esperar que hoje trabalhe sem qualquer limitação. Xano, recentemente operado, é a única ausência já certa para o jogo com o Rio Ave." - OJOGO



"O guarda-redes Rui Faria treinou-se ontem com algumas limitações, mas será opção para a deslocação a Vila do Conde, onde o Aves defronta o Rio Ave. Rui Faria voltou a queixar-se de dores na coxa direita, mas a verdade é que as limitações físicas não o impediram de fazer grande parte dos exercícios. O avançado Xano começou o processo de recuperação da intervenção cirúrgica ao joelho esquerdo e tem sido submetido a trabalho de ginásio." - RECORD

Ligações:
OJOGO - "Rui Faria tem contratura"
RECORD - "Rui Faria recupera"

quarta-feira, 26 de setembro de 2007

"O departamento clínico do Aves avaliará hoje as queixas que o guarda-redes Rui Faria apresenta ao nível dos adutores, originadas por uma escorregadela no momento em que apontava um pontapé de baliza frente ao Varzim. O problema não deverá ser grave, pelo que Rui Faria poderá repetir a titularidade com o Rio Ave, na próxima jornada. Com Bonilla já recuperado, é Xano a actual grande baixa do plantel." - OJOGO

"O plantel avense regressa hoje ao trabalho após um dia de folga. Pedro Geraldo, Nuno Mendes e Pascal não participaram no treino de anteontem, limitando-se a fazer trabalho de ginásio, mas hoje devem trabalhar sem limitações. O mesmo acontece com Rui Faria, que se queixou de dores nos gémeos. O guarda-redes regressou à competição este fim-de-semana, depois de ter estado afastado da baliza meio ano. Com o alívio pela vitória de domingo e o panorama clínico a desanuviar-se, o Aves pode partir para outros voos." - RECORD

"Quebrando um jejum de cinco meses sem ganhar, o Aves venceu um Varzim inacreditavelmente amorfo, dominando por completo a primeira parte, muito à custa da estratégia montada por José Gomes. O Aves explorou as fraquezas poveiras na defesa, explorando um trio atacante em constante permuta. Mas seria Tatu, que jogou na posição '10', a brilhar em dois contra-ataques, dando uma justa vantagem de dois golos. Aliás, não fosse Bruno Conceição e o encontro estaria decidido ainda antes do descanso." - OJOGO


"Após o intervalo, Diamantino Miranda, que mexeu cedo na equipa e mudou o sistema para 4x3x3, viu Alexandre enviar uma bola ao poste e, na resposta, o Aves desperdiçar uma soberana oportunidade. O golo poderia ter surgido para qualquer dos lados, mas, depois de reduzirem numa bela cabeçada de Marco Cláudio, os lobos do mar estiveram perto do empate. Permitindo muito antijogo após a expulsão de Tatu, Pedro Proença foi figura desnecessária na parte final." - OJOGO

"Com quatro derrotas em quatro jogos, a equipa da Vila das Aves estava pressionada para vencer e Leandro Tatu acabou por facilitar a tarefa ao bisar na primeira parte. Na seguda, o Varzim surgiu refigurado e determinado em discutir o resultado do jogo. Aos 65 minutos, Candeias cruzou da direita e Marco Cláudio surgiu bem ao primeiro poste a cabecear para o fundo da baliza." - RECORD


"Os poveiros continuaram à procura do golo, abrindo espaços defensivos. Zambujo, por duas vezes, teve a possibilidade de dar mais tranquilidade à equipa avense, mas não teve a frieza necessária para marcar. Aos 81 minutos, o herói do jogo, Leandro Tatu, foi expulso por acumulação de amarelos e dificultou a tarefa do Desportivo das Aves de segurar a vantagem até ao final da partida." - RECORD

«Dedico a vitória aos avenses, mesmo aqueles que não acreditavam. Fizemos o que tínhamos a fazer e vencemos bem. Poderíamos ter conseguido quatro ou cinco golos e terminámos com uma vantagem de apenas um, o que gerou alguma ansiedade. Errar é humano e a equipa de arbitragem está de parabéns» - JOSÉ GOMES

«O que se passou foi inacreditável. Não acredito que o José Gomes tenha dado ordens aos jogadores para caírem sozinhos. Os lobos estão em França. Nós somos os lobos do mar e no futebol não é permitido placagens. Não quero acreditar que voltámos há dez anos atrás, altura em que era beneficiado quem falava mais» - DIAMANTINO MIRANDA



"O triunfo do conjunto avense não sofre qualquer contestação, sobretudo pelo futebol praticado pela equipa na primeira parte. Destaque para o avançado Tatu, que marcou os dois tentos do Aves, mas acabou por manchar a sua exibição ao ser expulso, por acumulação de amarelos, nos instantes finais da partida. O domínio do conjunto da casa foi tal que ainda na primeira parte poderiam ter construído um resultado bem mais volumoso. No entanto, Nuno Mendes (aos 12’ e 23’) e Zambujo (24’) mostraram fraca pontaria perante o guarda-redes Bruno Conceição." - CORREIO DA MANHÃ

Ligações:
OJOGO - "Lobos tenrinhos para Aves de rapina"
RECORD - "Leandro Tatu dá os primeiros pontos"
CORREIO DA MANHÃ - "Tatu garante o primeiro triunfo"
DN ONLINE - "Bis de Tatu carimba primeira vitória do Aves"
Fotos: Miguel Ângelo Pereira

sábado, 22 de setembro de 2007

C.D. AVES x Varzim
Domingo, 23 de Setembro, 11H
(Transmissão directa na SPORTTV2)



Jogo importantíssimo na Vila das Aves. O Aves procura o rumo das vitórias nesta edição da Liga Vitalis. A margem de manobra é muito reduzida, depois de quatro derrotas consecutivas no campeonato, algo nada comum no currículo do nosso Desportivo na Liga de Honra. José Gomes procura conquistar a confiança dos adeptos e lançar a equipa numa maré de resultados que permita, pelo menos, fugir dos últimos lugares da tabela. Sim, porque o nosso Desportivo não pode, nunca, ser o último...

sexta-feira, 21 de setembro de 2007



(com muito atraso, peço desculpa)

O extremo Xano continua a ser perseguido por uma onda de lesões que parece interminável. Indispensável no ano da subida, Xano voltará, certamente, a ter tempo de mostrar toda a sua qualidade. As melhoras!



"O avançado Xano será hoje submetido a uma artroscopia ao joelho esquerdo, de modo a debelar uma lesão meniscal, que o afastará dos relvados por um período nunca inferior a quatro semanas. De qualquer modo, este é o único impedimento já confirmado, por lesão, para a recepção de domingo ao Varzim - que terá transmissão directa na Sport TV 2 -, o que certamente será uma boa notícia para o técnico do Aves, José Gomes, umz vez que nas últimas semanas se viu privado de muitos jogadores devido a problemas físicos. Neste momento, apenas existem dúvidas quanto à utilização de Octávio e Bonilla, ambos limitados na dupla sessão ontem realizada pelo plantel avense. De regresso ao lote de disponíveis para o confronto com os poveiros está o defesa-central Nuno Mendes, que já cumpriu castigo disciplinar." - OJOGO

Ligações:
OJOGO - "Xano faz hoje uma atroscopia"

O Presidente João Freitas demonstrou a sua plena confiança na equipa técnica e nos jogadores: «temos plantel e técnico capazes de vencer».



"Tal como previsto, a reunião entre o presidente João Freitas e José Gomes serviu para cimentar a confiança no técnico e na equipa. Depois de algumas semanas de ausência, por se ter deslocado ao Brasil, o dirigente diz ter reencontrado ontem um plantel animado e cheio de vontade em arrepiar caminho rumo às vitórias, esperando que tal aconteça já no domingo, em casa, frente ao Varzim. «Foi uma conversa dentro do que esperávamos. Este clube não é gerido de dentro para fora e deu para ver que tanto o treinador como os jogadores estão com uma enorme vontade de começar a ganhar. Nem sequer foi equacionado o cenário de rescisão, tanto da nossa parte como da parte do José Gomes», deixou bem claro. Consciente de que «trabalhar com estes profissionais é um alívio para qualquer dirigente», o presidente do Aves tem, desde já, uma garantia: «É com este grupo e este treinador que iremos fazer o nosso campeonato. Começamos mal, mas esperemos que o velho ditado se venha a confirmar e terminemos a época numa boa posição»." - OJOGO



"«Foi uma reunião normal de trabalho. O presidente João Freitas esteve ausente cerca de duas semanas e, apesar de estar sempre ao corrente das coisas, quis saber de viva voz o que aconteceu», referiu o treinador à Lusa. José Gomes afirmou estar de «consciência tranquila pelo trabalho desenvolvido» e que a demissão não chegou sequer a ser discutida na reunião. «A sensação que todos no clube temos é que o motor está afinado, está a trabalhar bem, só que estamos fora da pista. Estamos muito confiantes», acrescentou, abordando já o jogo com o Varzim na próxima jornada." - RECORD

"«Sem querer desrespeitar o próximo adversário, a sua equipa técnica, jogadores, direcção e adeptos, aqui nas Aves sentimos que já ganhámos ao Varzim», referiu o técnico a Record, ele que, ontem, já privou com João Freitas, num diálogo que fica em segredo. «Falámos pouco de futebol, mas posso dizer que gosto cada vez mais deste treinador», assumiu o presidente. José Gomes, por outro lado, ainda lembrou Faquirá como prova de que os técnicos não devem cair face a maus arranques: «Há três factores que podem ditar a minha saída: ficarmos definitivamente afastados dos objectivos propostos, incompetência nos métodos de trabalho ou caso perca a confiança do grupo de trabalho.»" - RECORD

Ligações:
OJOGO - "João Freitas diz ter «plantel e técnico capazes de vencer»"
RECORD - "Presidente e treinador avaliam situação"
RECORD - "Recuperar os pontos perdidos"

quarta-feira, 19 de setembro de 2007

terça-feira, 18 de setembro de 2007

Não parece haver sinais de chicotada psicológica no nosso Desportivo. Tanto o presidente (João Freitas) como o presidente adjunto (Joaquim Pereira) mostraram confiança no técnico José Gomes.

"Ausente do país nas últimas semanas, o que coincidiu com o período mais conturbado vivido pelo Aves, o presidente João Freitas regressou ontem do Brasil, ao final da noite, e vai reunir hoje com o treinador José Gomes. No entanto, e pelo menos de momento, o cenário de saída do responsável técnico não passa pela cabeça do dirigente. Embora a equipa tenha entrado na competição com o pé esquerdo, como se verifica pelas cinco derrotas consecutivas – quatro na Liga Vitalis e uma para a Taça da Liga -, o presidente do Aves, antes de embarcar rumo a Portugal, deixou bem vincado que a sua confiança não foi abalada pelo ciclo negativo de resultados. “Mantenho a mesma confiança de há duas ou três semanas atrás. Claro que as coisas não estão a correr bem, mas vou aproveitar a folga de amanhã [hoje] do plantel para conversar com os restantes elementos da Direcção e o treinador. Vamos fazer um balanço das últimas jornadas, mas, nesta altura, não está em causa a sua saída”, sublinhou João Freitas." - OJOGO



"Menos de 24 horas após a derrota com o Trofense – a quarta na Liga, a quinta se contabilizarmos a eliminação da Taça da Liga – José Gomes recebeu um sinal de confiança do plantel. O treinador convocou ontem os jogadores para uma conversa no balneário antes do treino e quis ouvir a opinião deles sobre a crise de resultados, sobretudo se entendem que ele continua a fazer parte da solução para ultrapassar a má fase que o clube atravessa. José Gomes recebeu uma resposta positiva dos atletas, que lhe manifestaram total solidariedade e confiança. Depois, o treinador repetiu a ideia que defendera no dia anterior, sublinhando que sente ter condições para concretizar os objectivos traçados pelo Aves." - RECORD

"A direcção também se mostra solidária com o técnico. O presidente João Freitas não assistiu ao jogo na Trofa devido a problemas imprevistos no voo de regresso do Brasil. Apesar de ter ficado retido naquele país, não mostrou qualquer sinal de descontentamento junto dos colegas de direcção. Já o presidente adjunto, Joaquim Pereira, revelou a Record que José Gomes “continua a merecer toda a nossa confiança. Estamos solidários com ele”." - RECORD

Ligações:
OJOGO - "Presidente reúne hoje com José Gomes"
RECORD - "Balneário está com José Gomes"
Foto: Miguel Ângelo Pereira

segunda-feira, 17 de setembro de 2007

"Se o Trofense teve mérito na vitória conquistada, também não é menos verdade que o lance que dá início à reviravolta no marcador nasce de um erro de palmatória cometido por Rafael Defendi, guarda-redes do Aves." - OJOGO

"Aliás, e apesar de ter visto a sua equipa entrar melhor no jogo, Toni pode-se dar por satisfeito com a desvantagem mínima ao intervalo, pois ao golo inaugural de Tatu seguiu-se o desaparecimento do Trofense em campo e duas oportunidades de golo desperdiçadas pelo Aves." - OJOGO

«Tínhamos o jogo controlado e perdemos por detalhes, dois erros que deram dois golos ao Trofense» - JOSÉ GOMES

"A equipa da casa começou por dominar a partida, mas na primeira vez que chegou à baliza de Rafael o Aves não se fez rogado e marcou, com Tatu a dar o melhor desfecho a uma excelente jogada individual. O Trofense mostrou alguma desorientação até ao final da primeira parte, mas o intervalo foi providencial para retemperar as forças da formação da casa – que não tardou a chegar ao empate, aproveitando uma desatenção do guarda-redes Rafael." - RECORD

Ligações:
OJOGO - "Defendi
só de nome"
RECORD - "A quarta derrota"

domingo, 16 de setembro de 2007

CD Trofense 2-1 CD AVES

O Aves voltou a perder. Quarta derrota consecutiva no campeonato... O Aves ainda esteve em vantagem no marcador, mas não conseguiu segurar os três pontos e está agora isolado na última posição da Liga Vitalis. (não vi o jogo, portanto deixo para vocês os comentários)

Resultados:
TROFENSE 2-1 AVES
Varzim 0-0 Vizela
Feirense 2-2 Fátima
Gondomar 0-0 Portimonense
Beira Mar 1-0 Penafiel
Estoril 3-2 Freamunde
Olhanense 0-0 St. Clara

Classificação:

Pos

EquipaPtsJGVEDGMGS

1Santa Clara10431063
2Estoril9430188
3Beira Mar9430145
4Varzim8422071
5Rio Ave8422053
6Trofense7421155
7Freamunde6420265
8Fátima5412155
9Feirense5412154
10Vizela5412185
11Olhanense5412144
12Gil Vicente4411243
13Portimonense3403115
14Gondomar1401326
15Penafiel1401326
16Aves0400448

sábado, 15 de setembro de 2007

C.D. TROFENSE vs C.D. AVES
Domingo, 16 de Setembro de 2007



"Rui Miguel é convocável para o compromisso do Aves na Trofa. Embora nos últimos dias tenha trabalhado condicionado, devido a um problema lombar, o avançado apresenta melhorias significativas que o colocam à disposição do técnico José Gomes. Também Alexandre, Castro e Pascal, que estiveram em dúvida, recuperaram a tempo de ser opção para o jogo de amanhã. Xano, Octávio e Bonilha são baixas certas." - OJOGO

sexta-feira, 14 de setembro de 2007

quinta-feira, 13 de setembro de 2007

"Além da falta de pontos conquistados até ao momento, também no campo das lesões a situação do Aves não é agradável. Xano, Octávio e Bonilla são cartas fora do baralho, no entanto, o técnico José Gomes está confiante de que as recuperações de Pascal, Alexandre e Castro poderão acontecer a tempo destes atletas serem opção na deslocação à Trofa. As boas notícias são mesmo só referentes a Pedro Geraldo e Leandro Tatu, que já treinam sem limitações." - OJOGO



Xano continua azarado com as lesões
Ligações:
OJOGO - "Três baixas confirmadas"

"Embora o balanço da reunião com Hermínio Loureiro, presidente da Liga de clubes, «tenha sido bastante positivo», o presidente adjunto do Aves, Joaquim Pereira, que se fez acompanhar por António Freitas, um dos principais investidores dos avenses e pai do actual presidente, João Freitas, deixou bem vincado no final que a revolta dos responsáveis do clube não se extinguiu, considerando existir uma perseguição levada a cabo, nos últimos meses, por três árbitros. O portuense Artur Soares Dias, que dirigiu o último jogo com o Estoril e gerou a indignação que levou a este encontro na Liga, é um dos visados. Segundo O JOGO apurou, Elmano Santos - nomeado para o próximo Trofense-Aves... - e Augusto Duarte são os outros dois juízes em causa. «Continuamos a confiar na arbitragem e até achamos que tem evoluído, mas sentimo-nos perseguidos por três árbitros», acusou Joaquim Pereira. Satisfeito com o encontro e considerando que Hermínio Loureiro está «a protagonizar um bom trabalho com o objectivo de mudar a imagem do futebol», ressalvou «a grande produtividade da reunião», na qual «as queixas do Aves foram bem argumentadas». «Queremos lutar pela verdade desportiva e só pretendemos que respeitem este clube, que é sério e cumpridor", rematou o dirigente.» - OJOGO



Artur Soares Dias é um dos "indesejados"

quarta-feira, 12 de setembro de 2007

"A comitiva avense que reuniu, ontem de manhã, com Hermínio Loureiro, ficou satisfeita com as promessas que escutou. O presidente adjunto Joaquim Pereira e António Freitas, presidente honorário, apresentaram queixas relativamente à arbitragem de alguns jogos e receberam a garantia de que o assunto será avaliado. «Confiamos na palavra do presidente da Liga porque tem dado provas de estar a desenvolver um bom trabalho», afirmou António Freitas no final da reunião, fazendo questão de lançar novas críticas: «Há um complot de alguns árbitros contra mim. É um ataque pessoal porque não me prostituo. O meu filho é agora o presidente do Aves e por isso estão a querer prejudicar o clube.»

O dirigente promete prosseguir a luta para que o Aves seja mais respeitado. «Somos um clube muito sério, que cumpre todas as obrigações para com os atletas. E embora haja alguns árbitros que estão a prejudicar-nos, vamos continuar a defender a nossa posição. Veremos quem tem mais força», frisou." - RECORD

Ligações:
RECORD - António Freitas: «Há um complot de árbitros contra mim»

terça-feira, 11 de setembro de 2007

EM RELAÇÃO À AMEAÇA DE ABANDONO DO FUTEBOL PROFISSIONAL: o site maisfutebol deu destaque à notícia e têm chovido comentários... façam-se ouvir e CALAR os idiotas que para lá tem dito coisas do género "A bem do futebol o Aves devia de acabar com o futebol. Até mesmo porque como se viu no fim da época passada é um clube sem objectivos ao mais alto nível!"

LER NOTÍCIA E COMENTÁRIOS

11 de Setembro de 2007

"A extinção, na próxima época, do futebol profissional no Aves é um cenário que já paira, face à indignação provocada pelas últimas arbitragens na Liga Vitalis, onde o clube vindo do escalão superior perdeu todos os três jogos já disputados, além de já ter sido afastado da Taça da Liga. A ameaça foi levantada pelo presidente honorário António Freitas, um dos principais investidores do clube, que pretende levar essa proposta a uma votação dos sócios, em Outubro, mês em que se realizará uma Assembleia Geral (AG) extraordinária. «O Aves é um clube sério e não podemos ser tratados desta forma. Temos de jogar todos com a mesma bola e não estamos para ser tratados como terceiro mundistas», explicou.



"E acrescentou (António Freitas): «Somos um clube que não deve nada a ninguém, e isso custa muito dinheiro, fica muito caro ser sério. Não podemos estar a brincar. Ou as coisas mudam ou, por mim, acaba-se com o futebol profissional, fazem-se uns relvados e disponibilizam-se à comunidade». Como «o clube não é meu, pedi a convocação de um assembleia geral para colocar a questão aos sócios do Desp. Aves», salientou, acrescentando que está à espera de uma forte participação dos associados, porque «os sócios do Desp. Aves estão acomodados»" - RECORD

10 de Setembro de 2007
"A Direcção do Aves, representada pelo presidente adjunto Joaquim Pereira e pelo vice António Freitas, reúne amanhã, pelas 11 horas, com o presidente da Liga de clubes, Hermínio Loureiro. O encontro assumiu um carácter de urgência no rescaldo da arbitragem do juiz portuense Artur Soares Dias no jogo com o Estoril, da terceira jornada da Liga Vitalis. No final, os responsáveis avenses mostraram-se muito queixosos em relação ao trabalho do árbitro e, por isso, solicitaram esta conversa com a Liga, na qual será debatido este problema, além de outras questões julgadas pertinentes. Ainda na sequência destes acontecimentos, será realizada até ao final deste mês uma Assembleia Geral extraordinária, cuja data será conhecida durante esta semana, na qual os sócios serão confrontados com um dossier elaborado pelos corpos gerentes, de modo a tomarem uma decisão quanto aos próximos passos a seguir." - OJOGO

Ligações:
OJOGO - "Acabar com o futebol como protesto"
OJOGO - "Direcção reúne-se amanhã com a Liga"
RECORD - "SAD é a solução"
RECORD - "Avenses arriscam-se a perder o futebol profissional"
RECORD - "Rafael quer honrar apelido Defendi"
CORREIO DA MANHÃ - "Futebol profissional em risco"

«Rafael promete fazer jus ao sobrenome Defendi e parar com maior frequência os remates dos adversários do Aves. O guarda-redes brasileiro é a aposta de José Gomes na baliza do Aves em detrimento de Rui Faria e Zé Eduardo, mas nos primeiros 3 jogos da Liga Vitalis sofreu 6 golos, para além de outros 2 na Taça da Liga.

Uma média de 2 golos sofridos por partida que pretende melhorar. “Vou mostrar que sei defender bem, tal como diz o meu nome. As coisas não correram bem nos primeiros jogos, mas tenho a certeza que os adeptos do Aves ainda me vão apoiar muito quando estiver ao nível que desejo.”



O apelido de Rafael dá azo para muitas brincadeiras dos sócios do Aves. “Foi o destino que quis que eu tivesse o nome Defendi e acabasse por ser guarda-redes profissional. É uma coincidência muito grande e é normal que as pessoas comentem e brinquem sobre o assunto”, afirma o brasileiro.

Curiosamente, o Aves apresenta o jogador apenas pelo nome próprio, o que não acontecia no Brasil. “No meu país toda a gente me conhece pelos dois nomes, mas aqui só utilizam o primeiro. Para mim é igual, quero é dar o meu melhor dentro do campo e ajudar o Aves a conseguir os seus objectivos.”»

Ligações:
RECORD - "Rafael quer honrar apelido Defendi"

sexta-feira, 7 de setembro de 2007

"Estão praticamente definidos os participantes da futura Liga Intercalar que deverá arrancar a 29 de Novembro, como complemento dos campeonatos da Bwin Liga, Liga Vitalis, Taça de Portugal e Taça da Liga. FC Porto, Boavista, Leixões, Aves, Trofense, Penafiel, Varzim e Gondomar já estão certos nesta competição organizada pela AF Porto, destinada a jogadores profissionais pouco utilizados ou a juniores com contratos profissionais, pelo que apenas falta ao Braga e Guimarães, ambos da AF Braga, responderem afirmativamente a um convite feito há uma semana para estarem encontradas as dez equipas participantes. No próximo dia 10 de Setembro serão limadas as últimas arestas durante uma reunião na sede da AF Porto. Ao que O JOGO apurou, Braga e Guimarães manifestaram interesse pela oportunidade, mas a AF Braga deseja colocar mais clubes filiados nesta prova na próxima época." - OJOGO

Ligações:
OJOGO - "Liga intercalar aguarda Braga e Guimarães"

"José Gomes, técnico do Aves, não tem de momento uma situação fácil no seu grupo de trabalho. Além de ser penúltimo da tabela, sem qualquer ponto conquistado, o departamento médico tem a seu cargo seis atletas. Cristian Bonilla já é cliente há algum tempo, Xano, Pedro Geraldo e Leandro Tatu estão na fase final da recuperação de traumatismos sofridos no jogo de Aveiro. Já Alexandre, Sérgio Carvalho e Octávio lesionaram-se no jogo com o Estoril, os dois primeiros sofreram traumatismos e o avançado uma lesão muscular."

Ligações:
OJOGO - "Departamento médico sem mãos a medir"

quinta-feira, 6 de setembro de 2007

















FOTOS: MIGUEL ÂNGELO PEREIRA

quarta-feira, 5 de setembro de 2007


ASSISTÊNCIAS DA 3ª JORNADA DA LIGA VITALIS (fonte: LPFP)
Santa Clara - Gondomar : 2086 espectadores
Vizela - Trofense : 1929 espectadores
Gil Vicente - Varzim : 1430 espectadores
Portimonense - Feirense : 1040 espectadores
Freamunde - Beira Mar : 967 espectadores
Fátima - Rio Ave : 688 espectadores
Aves - Estoril : 678 espectadores
Penafiel - Olhanense : 628 espectadores

CASTIGOS

O Aves não teve nenhum castigo além dos "normais" aplicados aos jogadores pelos cartões amarelos e vermelhos, na jornada anterior. Podia-se esperar alguma sanção extra por alguns protestos à má arbitragem, mas assim não aconteceu. O Aves é a equipa mais indisciplinada da Liga de Honra, com 2 expulsões por acumulação de amarelos e treze amarelos.

Ligações:
LPFP - Castigos 3ª Jornada
LPFP - Ficha de jogo do Aves
ZEROZERO.PT - Dados da Disciplina na Liga Vitalis



"A direcção do Aves, no seguimento dos protestos para com as arbitragens nos seus jogos, decidiu pedir a marcação de uma Assembleia Geral extraordinária. Os responsáveis do emblema avense, deliberou após uma reunião, levar este assunto aos sócios, de forma a que estes possam decidir se estão, ou não, de acordo com as medidas que os dirigentes pretendem tomar face às últimas arbitragens nos jogos do Aves. Entretanto, o clube solicitou uma audiência ao presidente da Liga, Hermínio Loureiro, para expor queixas relativas à arbitragem e não só. O pedido foi aceite e deverá acontecer o mais tardar no início da próxima semana." - OJOGO



"A direcção do Aves está solidária com o presidente honorário António Freitas. Uma posição assumida num comunicado onde revela a “indignação pela forma como a instituição e o seu grupo de trabalho foram desrespeitados”, no jogo com o Estoril, pelo trabalho de Artur Soares Dias. O ex-presidente foi quem mais contestou a actuação do árbitro. António Freitas, que assistia ao encontro junto ao túnel, reagiu de forma intempestiva após o árbitro portuense e o auxiliar Rui Licínio não terem punido uma infracção de Dorival (85’), que jogou a bola com a mão na grande área. O dirigente dirigiu-se, então, ao árbitro auxiliar e protestou vivamente. Artur Soares Dias tentou acalmar o ex-líder que continuou a reclamar, levando a que a GNR se aproximasse do local no sentido de acalmar os ânimos. Contudo, não foi necessária a intervenção da força policial, já que pouco depois António Freitas abandonou o campo. No final do jogo, o antigo presidente manteve-se junto aos balneários e não escondeu o seu desagrado para com o trabalho da equipa de arbitragem." - RECORD

Ligações:
OJOGO - "Direcção pediu marcação de uma Assembleia Geral"
RECORD - "Tomada de posição avança"

terça-feira, 4 de setembro de 2007

«NÃO MERECEMOS SER TRATADOS DESTA FORMA»

O Aves continua sem vencer, por culpa própria, mas também por culpa de uma série de erros de arbitragem incompreensíveis. Daí o descontentamento no nosso presidente, que ausente do país, mostrou a sua indignação pelos sucessivos erros de arbitragem que têm prejudicado o nosso clube. O presidente voltou a mostrar total confiança no técnico e nos jogadores.



"Dirigentes e sócios ligaram-me dando conta da sua indignação pelo actuação do senhor Artur Soares Dias."

"Fomos prejudicados no Estoril no jogo da Taça da Liga, com o Beira-Mar e agora, novamente, com o Estoril. (...) Temos de tomar uma posição de força."

"Somos um clube sério e não merecemos ser tratados desta forma"

"Não temos nada a apontar à equipa técnica nem aos jogadores. Temos um projecto a médio prazo e vamos cumpri-lo. Não me parece que tenham alguma coisa contra o treinador, por isso deve ser mesmo contra nós..."

"Os árbitros têm de saber que nos custa muito fazer o sacrifício de pagar os salários aos jogadores, no final do mês, e depois estragarem-nos esse trabalho."


Ligações:
OJOGO - Arbitragem originam reunião sem presidente
RECORD - Críticas à arbitragem

segunda-feira, 3 de setembro de 2007

Com o fecho do mercado de transferências, aqui fica um resumo do destino dos jogadores que saíram do Aves no final da época passada. Não consegui encontrar informações de alguns jogadores, pelo que conto com a vossa ajuda:

Nuno Espírito Santo (FC PORTO) tem sido o segundo guarda-redes da equipa de Jesualdo Ferreira, sempre pronto a substituir Helton. Foi o guardião de serviço na pré-época e foi o titular no jogo da 3ª Jornada, que o Porto venceu em Leiria (3-0). O guardião Mota (SANJOANENSE) vive mais uma experiência na sua carreira. Com 31 anos, procura em São João da Madeira a titularidade da baliza da equipa da III Divisão Série C. Mota já passou pelo Avintes, União de Lamas, Salgueiros, Gondomar e Aves. No nosso Desportivo não foi muito feliz, pois teve poucas oportunidades para mostrar o seu valor. Fica para a história a exibição "impossível" frente ao Braga, para a Taça, que o Aves venceu nos penaltis. "Bom era sair-me o Euromilhões" disse Mota, no rescaldo da partida.



O primeiro treino de William no Al-Salmiya


Anilton Júnior (BRAGA) esteve, nos três jogos da equipa minhota sentado no banco de suplentes de Jorge Costa, mas nunca entrou, esperando uma oportunidade para se afirmar numa super-competitiva equipa do Braga. A concorrência é forte, e é normal que Anilton ainda não se tenha conseguido afirmar. Veremos se o conseguirá. Jorge Ribeiro (BOAVISTA) foi apresentado recentemente no Boavista, depois de ter sido seguido pelo Estrela da Amadora. O lateral-esquerdo internacional português vai preencher uma lacuna na equipa de Jaime Pacheco que muitos dizem ser candidata à descida. Para já tem 2 pontos em 3 jogos e ocupa uma posiçao algo desconfortável na tabela classificativa. William (AL-SALMIYA) chegou a estar no Trofense, mas não foi capaz de rejeitar uma proposta vinda do Kuwait, mais precisamente da equipa que agora é comandada pelo Prof. Neca! Sim, é verdade, o mítico Prof. Neca - que será sempre recordado pelas três subidas do Aves à 1ª Liga - levou com ele o camaronês William... William foi internacional sub-21 pelos Camarões e depois de uma passagem infeliz pela 1ª Liga Portuguesa, experimenta a ricaça liga do Kuwait... Paradeiro desconhecido: Rui Figueiredo e Bruno Fernandes (foi visto pela última vez na equipa do sindicato de jogadores...).



Filipe Anunciação (PAÇOS DE FERREIRA) passou de titular na primeira jornada para suplente utilizado na segunda e para suplente não utilizado na terceira. Sempre que foi chamado a jogar esteve bem, no entanto não conseguiu invertir o mau início de época dos pacenses. Nené chegou a ser dado como certo no Beira-Mar, mas falhou os testes médicos, confirmando-se uma lesão que o impede de respirar normalmente quando é submetido a esforço fisico (já o ano passado ficou várias jornadas de fora por um problema semelhante, talvez o mesmo...). Depois desta notícia do abandono do Beira-Mar, nunca mais se soube nada do trinco internacional cabo-verdiano. Paradeiro desconhecido: Jociválter (voltou ao Brasil, penso eu...) e Artur Futre (despertou o interesse de diversos clubes da liga de honra, depois de se saber que deixaria o Aves. Falou-se também da possibilidade de ir para a Espanha, mas perdi o rasto a um dos melhores marcadores do Aves na época passada...)



Almani Moreira (PARTIZAN DE BELGRADO) tem tido um início de época fantástico, apesar do afastamento da sua equipa das competições europeias, por mau comportamento dos adeptos. Já leva 3 golos marcados e a sua equipa é líder da liga Sérvia. Continua a mostrar ser um daqueles jogadores que as equipas portuguesas nunca aproveitaram. Moreira tem 29 anos e vai continuar a espalhar a sua magia pela europa. Quem o viu jogar, sabe bem: há poucos jogadores como Moreira. Fantástico mesmo! Provavelmente um dos melhores jogadores que o Aves já teve. Hernâni (CLUBE HÚNGARO) partiu para o leste europeu, para um clube que não consegui descortinar. O levezinho das Aves nunca foi indispensável no Aves e, apesar de ser bastante trabalhador, fica tecnicamente aquém do desejado... Não deixa de ser um símbolo do Aves destas últimas épocas. Paulo Sérgio (PORTIMONENSE) vai jogar pela primeira vez na Liga de Honra. Rescindiu com o Sporting este Verão e despertou o interesse de diversos emblemas, tendo acabado por parar no Algarve, já nos últimos dias de mercado. Um reforço de peso para a equipa de Portimão. Paulo Sérgio não é um jogador de 2ª Liga, certamente... Na minha opinião vai regressar rapidamente ao escalão máximo do futebol português. Faz falta no nosso Desportivo... Paradeiro desconhecido: Bruno Filipe (depois de dispensado por José Gomes, não sei se encontrou clube ou não...), Dill e Diego Gama (terão regressado ao Brasil?)



Moreira já leva três golos ao serviço do Partizan

"Valeu o poder de tiro dos dois conjuntos, especialmente do Aves apesar da vitória contrária, para animar a partida. Cinco golos, três resultando de remates de longa distância, com destaque para o de Gouveia a 35 metros da baliza. Mércio e Celestino também marcaram de longe, enquanto Castro, por duas vezes, levou grande perigo à baliza de Bruno. O Aves poderia por diversas vezes ter sentenciado a partida mas o momento decisivo aconteceu aos 84’: os donos do terreno reclamaram uma grande penalidade por alegada mão de Dorival, Soares Dias não acedeu aos protestos e mostrou um amarelo a Nuno Mendes, jogador que infantilmente foi expulso três minutos depois. A equipa de José Gomes desconcentrou-se e o Estoril aproveitou para marcar o golo da vitória." - OJOGO

"O Estoril bateu o Aves pela segunda vez esta época – depois da Taça da Liga – e agudizou o mau arranque dos avenses. Os locais estiveram melhor, mas isso não bastou. O bonito golo de Mércio abriu as hostilidades, mas os canarinhos empataram pouco depois. Gouveia devolveu a vantagem aos locais. Na fase final da partida o Estoril, mais fresco fisicamente, deu a volta ao resultado, por Celestino e Dagil. O árbitro Artur Soares Dias foi bastante criticado pelos responsáveis do Aves, que alegam que Dorival cometeu penálti, por jogar a bola com a mão dentro da área, quando o jogo estava 2-2." - RECORD

Se dissesse o que me vai na alma bateria todos os recordes de multas da Liga e, portanto, como os jornalistas não pagam multas, deixo para vocês a responsabilidade de contarem o que se passou”. - JOSÉ GOMES

"
Na segunda parte, o Estoril teve uma reacção interessante e começou a aparecer mais vezes com perigo junto da baliza do Desportivo das Aves. Aos 65 minutos, Dagil teve nos pés o empate mas a bola foi ao poste. Mas aos 80, Celestino, de livre, consegue o empate (2-2) que os canarinhos já há muito procuravam. E foi já com o tempo de jogo esgotado (90’), que Dagil mostrou mais uma vez as suas características de ponta de lança, apontando o golo da vitória (2-3) canarinha." - DESPORTO NA LINHA

Ligações:
OJOGO - "Sessão de tiro premeia estorilistas"
RECORD - "Anfitriões infortunados"
DESPORTO NA LINHA - "Aves 2-3 Estoril"
LPFP.PT - Ficha de Jogo

domingo, 2 de setembro de 2007

C.D. AVES 2-3 Estoril

O Aves perdeu esta tarde com o Estoril e soma a quarta derrota em quatro jogos oficiais, esta temporada. O Aves nunca chegou a ser, verdadeiramente, uma equipa e só chegou por duas vezes à vantagem no marcador através de lances de inspiração individuais de Mércio e Gouveia. Só que o Estoril foi respondendo e aproveitando os deslizes do Aves para chegar à vitória. O Aves esteve a vencer por duas vezes e aos 80' ainda vencia... O Estoril é uma equipa muito modesta (para não dizer fraca) para vir vencer ao nosso estádio. Não foi azar, foi falta de empenho e desconcentração.

Foi um passeio dos homens das Aves, que não mostraram - salvo raras excepções - qualquer determinação ou raça. Recuperações a passo resultaram em lances perigosíssimos para o Estoril, alguns deles deram golo. Muita passividade do onze do Desportivo... Quando o Aves precisava de homens batalhadores para defender a vitória, viram-se jogadores a passo, completamente estourados. Será má preparação física, falta de empenho, cansaço? Seja o que for é vergonhoso.

O árbitro da partida esteve tão mal como o Aves quando não marcou uma grande penalidade a favor do Desportivo quando o jogo estava 2-2, para desespero do nosso "vice", António Freitas. Mais tarde expulsou bem Nuno Mendes que foi infantil nos dois lances em que recebeu cartão amarelo (um por protestos e outro por seguir o jogo depois do apito do árbitro). Se com onze o Aves mal se via, com dez foi o descalabre, com o Estoril a aproveitar bem as ofertas.

Mais um resultado desapontante. O Aves ainda está muito longe de ser uma equipa. Não tem fio de jogo, não há lógica nenhuma, não há entrosamento, não há nada. Hoje safaram-se os grandes golos de Mércio e Gouveia, lances puramente individuais! José Gomes não terá muito mais tempo para construir uma equipa digna desse nome.

Provavelmente o pior arranque no campeonato dos últimos 10 anos (pelo menos...).

sábado, 1 de setembro de 2007

C.D. AVES vs Estoril
Domingo, 2 de Setembro às 16Horas



O Aves procura alcançar a primeira vitória da época, que lhe permita fugir dos lugares desconfortáveis da cauda da tabela. O adversário é o Estoril, equipa que já venceu o Aves, esta época, na 1ª Eliminatória da Taça da Liga. Espera-se uma boa atitude da nossa equipa, e uma vontade tremenda de vencer! E também mais do que os 748 espectadores da primeira jornada (números oficiais).

"A proximidade da recepção ao Estoril e as limitações físicas que ainda demonstraram ontem - fizeram corrida ligeira e pouco mais - dão quase como garantida a ausência de Pedro Geraldo, Xano e Leandro Tatu do encontro de amanhã. O trio lesionou-se na última partida em Aveiro e juntou-se, desde então, ao argentino Bonilla no boletim clínico do Aves. Pascal, por seu lado, está recuperado e é opção. Noutro âmbito, o guarda-redes Nuno permanecerá no plantel, mesmo tendo José Gomes quatro opções para o lugar. A recuperação notável de Rui Faria, operado aos dois membros superiores, retirou espaço de manobra ao jovem guardião mas, face à ausência de outras alternativas, o clube optou por mantê-lo na Vila das Aves." - OJOGO



O Guardião Nuno vai continuar no Aves

Ligações:
OJOGO - "Geraldo, Xano e Tatu limitados"
Foto: Miguel Ângelo Pereira