quinta-feira, 22 de março de 2007

Não é uma situação que nos diga respeito, apenas faço referência aos problemas do Vitória de Setúbal por ser um candidato directo do Aves, na luta pela manutenção... Desejo que os problemas do Vitória sejam ultrapassados em breve!

.

"A equipa do V. Setúbal não treinou esta manhã e esteve reunida com o presidente do clube, Jorge Santana, no meio de uma profunda crise financeira. A equipa terá recusado treinar, embora esta informação não seja confirmada pelo plantel. O facto é que os jogadores não subiram ao relvado e esperaram pelo presidente, que chegou pelas 11h15 ao Bonfim. À saída da reunião, o capitão Nandinho explicou que os jogadores solicitaram a presença do presidente no balneário e afirmou que o treino não se realizou porque a conversa se prolongou até pouco antes do meio dia. O encontro aconteceu na véspera da sessão de esclarecimento aos sócios em que Jorge Santana abordará com os sócios a difícil situação do clube, com salários em atraso e muitos problemas por resolver. Esta semana houve jogadores de andebol que avançaram com rescisões. No futebol, o atraso será de três meses." - MAISFUTEBOL
.

«Esta situação não me surpreende. Em Setúbal a situação é dramática. Temos jogadores que já recorreram ao Sindicato», afirma Joaquim Evangelista ao Maisfutebol, evitando falar mais do caso concreto do clube sadino, mas garantindo que «na Liga já há clubes que vão atingir três meses de salários em atraso». - Joaquim Evangelista

1 Comment:

  1. O LEÃO DA ESTRELA said...
    O futebol português está em agonia. O último clube a ameaçar acabar com o futebol profissional foi o Vitória de Setúbal, onde os salários em atraso são uma constante nos últimos anos. E nem sequer estamos a falar de um clube sem resultados desportivos. Nos últimos dois anos, os setubalenses chegaram à final da Taça de Portugal, vencendo ao Benfica em 2005 e perdendo para o FC Porto em 2006. Estamos por isso, a falar de um clube que, para além de ser histórico, tem uma das melhores equipas da actualidade, de acordo com os resultados. Portanto, se o Vitória de Setúbal, apesar dos resultados desportivos positivos, não consegue sobreviver, e não havendo notícia de que o clube tenha sido roubado pelos dirigentes, só podemos concluir que o problema do futebol português é mesmo muito grave.

Post a Comment