terça-feira, 21 de outubro de 2008

O contacto foi estabelecido via NET e a resposta foi imediata... Jocivalter aceitou prontamente responder a algumas questões colocadas pelo BLOG DO DESPORTIVO sobre a sua carreira e sobre as suas passagens pelo nosso Desportivo. Aqui fica o pequeno diálogo estabelecido via e-mail com «Joci Show», desde já agradecendo a sua enorme disponibilidade.

Jociválter, em Julho de 2006, em entrevista ao Jornal OJOGO
«Passei aqui tempos muito bons, lembro-me de uma faixa que os adeptos colocavam na rede com a inscrição Joci Show, e que me enchia de orgulho»




ENTREVISTA EXCLUSIVA AO BLOG DO DESPORTIVO:

Pequenas Curiosidades...
Melhor jogador com quem já jogaste: Ronaldinho Gaúcho (seleção sub-20)
Melhor jogador contra quem já jogaste: Deco (Porto X Boavista), Cristiano Ronaldo (Sporting X Boavista)
Melhor estádio onde já jogaste: Estádio do Dragão, Estádio da Luz
Momento alto da carreira: Meias-finais Taça UEFA (Jogando pelo Boavista)
Momento mais triste da carreira: Descer divisão com Desportivo Aves
Treinador mais importante na carreira: Muricy Ramalho (Atual treinador São Paulo FC)

A Entrevista:

  • Antes de mais, como está a correr a tua carreira no Chipre? Estás a gostar da experiência? É um bom país para se viver e para jogar futebol?
O Chipre é um bom país para se viver. Tem um clima agradável e belas praias, além de ser muito tranquilo e seguro. Atualmente estou no Atromitos. Um clube que subiu da segunda divisão recentemente e tem um projeto que me atraiu. O time passa por um momento dificil no campeonato (ainda não conseguiu vencer à 5ª jornada), mas estou confiante que daremos uma boa resposta nos próximos jogos. Estou momentaneamente "parado" por conta de uma lesão na coxa, mas na próxima semana estarei de volta aos relvados.

  • Com 21 anos jogavas nas selecções de esperanças do Brasil. Guardas com saudades esses tempos? Podes-nos dizer alguns dos jogadores que jogaram contigo nessa altura?
Sem dúvida, guardo esse tempo com carinho no coração. É um grande orgulho jogar defendendo as cores de seu país, e uma grande responsabilidade. Posso citar alguns jogadores que estiveram presentes comigo nessa altura, como Júlio César (Inter Milão), Fábio Aurélio (Liverpool), Edú (Betis), Ronaldinho (Milão), Paulo Assunção (ex-FC Porto), etc...



  • Conta-nos como foi a tua primeira transferência para o Aves... Tinhas mais ofertas? Porque é que escolheste o Desportivo?
Estava de saída do Guarani FC no Brasil, tinha algumas propostas, mas de clubes Brasileiros. Nessa altura um agente portugues (Prata Tavares) que havia visto-me atuar pela seleção Brasileira U-20, ligou-me e falou sobre o Desportivo Aves. Disse-me que se tratava de um bom clube para mostrar meu valor. Um clube que militava na II Liga, mas que ambicionava subir para a I divisão. No norte do país (onde poderia ser visto de perto por grandes clubes como Vitória de Guimarães, FC Porto e Boavista). Esses foram alguns dos atrativos iniciais que me motivaram a vir para o Aves.

  • A tua primeira passagem pelo Aves foi muito boa. Foi fácil a tua adaptação ao clube, à vila e ao futebol português?
A adaptação ao país em si foi fácil. Creio ter tido algumas dificuldades no início quanto à adaptação ao futebol, muito diferente do futebol brasileiro.O respeito do mister Luís Agostinho, o carinho do (presidente do Desportivo na altura) Nuno Almeida, e o apoio de excelentes profissionais e colegas como Vieira, Neves e Quim da Costa, ajudaram-me a superar as dificuldades, dando-me condições de mostrar meu talento. Foi um ano inesquecível, sem dúvida.



  • O Aves é diferente dos outros clubes em que jogaste?
Sim. Cada clube tem a sua "cara", ou seja, suas particularidades. No Aves encontrei um bom grupo de trabalho, gente que defendia as cores do time com muita garra, tive um bom suporte por parte da directoria, e um grande apoio da comunidade da Vila das Aves, onde vivi durante o primeiro ano em Portugal (em especial, adeptos do Aves). Isso torna esse clube tão especial.

  • O teu regresso ao Desportivo, em 2006, não foi muito feliz... O Aves desceu, não jogaste muito tempo, e tiveste até para sair em Janeiro. O que correu mal nessa época?
Esta é, sem dúvida, a maior tristeza da minha carreira. Um ano triste e frustrante para mim. Esperava voltar para o Aves e poder demonstrar meu valor novamente. Mas isso não ocorreu. Pelo contrário, joguei pouco, e como se não bastasse, descemos de divisão. De modo geral, acredito que um desaire como esse, é fruto de erros consecutivos. Tanto por parte dos jogadores, passando pela comissão técnica, até aos dirigentes. Particularmente, sinto que fui, de alguma maneira, injustiçado pelo mister Neca. Fui aproveitado raríssimas vezes, e fora daquilo que estava habituado a jogar. Fica registado uma pequena demonstração daquilo que sonhava fazer nessa época, no inesquecível jogo Nacional X Aves.

  • Pretendes voltar a jogar em Portugal?

Gostaria muito. Tenho muitas saudades. Aprendi a amar o país e sua gente. Aliás, dentro em breve devo tornar-me cidadão português. Mas as dificuldades financeiras enfrentadas por muitos clubes em Portugal, deixam-nos em dúvida quanto ao possível regresso. É bem verdade que o fator financeiro não é o mais importante. Mas a instabilidade dos clubes tornam, no momento, difícil o retorno.



  • Costumas seguir os resultados do Aves?
Com certeza. Sempre que posso dou uma "passadinha" pelos jornais desportivos on-line para acompanhar a época do Aves.

  • Há alguma mensagem que queiras deixar aos avenses?
Quero aproveitar a oportunidade para agradecer o carinho que sempre demonstraram por mim. Lembro-me com alegria do tempo em que estive à serviço do Desportivo. Sinto-me honrado em ter defendido as cores dessa equipa. Esse clube sempre estará guardado com carinho no meu coração. Força Aves!




JOCI, MUITO OBRIGADO PELA ATENÇÃO! SAUDAÇÕES AVENSES E BOA SORTE NA TUA CARREIRA!

Ligações:
JOCIVALTER21.COM - Site Oficial
Fotos: Miguel Ângelo Pereira

5 Comments:

  1. jcr said...
    Bom trabalho Zé.
    Quanto ao Joci,tudo de bom.
    pedro 99 said...
    obrigado por tudo o k deste a este clube Joci!!! grande homem, grande jogador! e concordo contigo, quanto ao facto do prof. neca t injustiçar na ultima epoca. mas kem t acompanha sabe muito bem do que es capaz! quem sabe um dia possas voltar e dar novamente magia ao nosso desportivo!!! abraço joci
    João Machado said...
    O AVES é mesmo especial! Zé, foi uma grande iniciativa de tua parte. Gosto dessas perguntar a "picar", por assim dizer, para ver até que ponto o Aves toca o coração dos jogadores.

    Caso consigas e tenhas tempo, fá-lo a mais umas pessoas que por cá passaram e com o mesmo tipo de perguntas. Sugiro: Quim Costa e José Gomes.

    PS: Gostava também de ver o que diria Octávio, mas fica para um dia mais tarde.

    Abraço
    Miguel said...
    Taça : benfica-aves
    Cláudio said...
    Grande Joci!
    Felicidades pro resto da tua carreira!
    Bom trabalho blogger!
    Cumps

Post a Comment