quinta-feira, 3 de setembro de 2009

DERROTA COM O BRAGA FICOU MANCHADA PELA PÉSSIMA ARBITRAGEM

Não há palavras para o erro da equipa de arbitragem que ditou a anulação de um golo limpo ao Aves, no jogo de Juniores frente ao Sp. Braga, quando o encontro ainda estava empatado a zero. Foi assinalado fora-de-jogo ao avançado avense que pressionava o guarda-redes depois de um atraso do defesa bracarense. Terrível.

17 Comments:

  1. Tomé de Azevedo said...
    Tinham-me falado do lance, e ainda bem que tive agora a oportunidade de o ver.
    Um verdadeiro escândalo !
    força avense said...
    não há explicação possivel de facto. mas na 2a parte o braga viu também um golo anulado escandaloso, em que há um balão para área do Desportivo sem nexo e sem ter jogadores na área, e o guarda-redes deixa escapar a bola por entre as mãos, talvez resultado de ter que olhar na direcção do sol e este o ter atrapalhado.

    Resumindo, não foi por isto que se perdeu, muito pelo contrário!!!

    ps: eu vi o jogo de principio a fim, por isso não venham já para aqui dizer que fui só eu que vi, não fui!
    forcaavense said...
    O Pizarro não está na Oliveirense, está no Taipas...
    forcaavense said...
    Quanto ao lance polémico, tenho a dizer que a única explicação "inocente" que arranjo é que o fiscal de linha perdeu o "rumo" do lance quando viu que o guarda redes ia bater à bola para a frente. Nesse momento distraíu-se e quando "ouviu o burburinho" já só viu o atleta avense sozinho à frente dos defesas contrários e como tal pensou que tivesse recebido um passe de um colega e assinalou o que seria um correcto fora de jogo.
    Equivocou-se vá lá...
    Da próxima os Juniores vão consegir a vitória!
    forcaavense said...
    conseguir*
    Pedro Martins said...
    devo dizer que como praticantes da modalidade deverias saber que o lance é fora-de-jogo. passo a explicar...

    "Um jogador na posição de fora-de-jogo só deve ser penalizado se, no
    momento em que a bola é tocada ou jogada por um colega de equipa, o
    jogador toma, na opinião do árbitro, parte activa do jogo:

    -tirando vantagem dessa posição!
    (Leis do Jogo pag. 32)"

    “tirar vantagem dessa posição” significa jogar a bola que ressalta de
    um poste ou da barra para ele, estando em posição de fora-de-jogo, ou
    jogar a bola que ressalta num adversário para ele, estando em posição
    de fora-de-jogo.(Lei do Jogo pag. 99)...

    Neste caso a bola resalta num adversário. o gr chuta a bola que acaba por embater num colega de equipa ressaltando para um atacante em posição de fora-de-jogo, que por sua vez "TIRA VANTAGEM DESSA POSIÇÃO"!

    O arbitro assistente assinalou bem...

    Ass. Um árbitro da AF Leiria( ou seja que não tem nada haver com este lance)
    Zé Fernandes said...
    "Um jogador na posição de fora-de-jogo só deve ser penalizado se, no momento em que a bola é tocada ou jogada por um colega de equipa, o jogador toma, na opinião do árbitro, parte activa do jogo".

    É correcto considerar-se que o jogador tomou parte activa no jogo. Mas também não há dúvida de que a bola não foi tocada ou jogada por um colega de equipa!

    Não posso concordar consigo.
    Zé Fernandes said...
    voce está quase a dizer que se o último defesa atrasa a bola ao guarda redes e um avançado (colocado entre o último defesa e o guardião) a intercepta, deve ser assinalado fora-de-jogo. é isso?
    Zé Fernandes said...
    What does interfering with active play mean? The International Football Association Board defines interfering with play as
    playing or touching the ball WHEN IT HAS BEEN PASSED OR TOUCHED BY A TEAM-MATE.

    (maiúsculas minhas)

    http://www.fifa.com/flash/lotg/football/en/flash/start.html
    Zé Fernandes said...
    ora veja lá isto e diga-me se o segundo golo deste jogo (1 min e 45 segundos do vídeo) é fora-de-jogo:

    http://www.youtube.com/watch?v=Yfuqj5Nkf1E

    aproveite para reciclar os seus conhecimentos e pode ser que se um dia encontrar um lance como o do Aves x Braga não faça a mesma trapalhada que o seu colega fez.
    Pedro Martins said...
    não é nesse ponto que ele está em fora-de-jogo! o defensor não atrasou a bola o seu GR pontapeou a bola que lhe bateu e sobrou para um atacante que tirou partido dessa posição!

    mais cego que quem não vê é aquele que não quer ver!

    eu não escrevi aquilo para baixar ninguém não precisa de ficar chateado! o meu curso é tirado em português traduzido por alguém especializado em arbitragem, futebol, e português! no entanto não se trata da lei mas de a entender! se reparar o toque feito pelo defensor após o pontapé do GR não é voluntário! não se pode considerar um passe, é um ressalto! A parte de ver o lance de o ler não está escrito em lado nenhum nem em livro de Lei nenhum!
    Já agora deixo um esclerecimento a todos, eu vim cá ao blog como visito outros do CD Aves porque respeito o Aves e por a Vila das Aves me diz algo, não para criticar, rebaixar ou fazer ninguém ignorante!

    No que se refere ás suas maiusculas, nesta situação adqua-se o tirar vantagem! o interferir na jogada é fora de jogo sempre, solvo em três recomeços do jogo, que o senhor deve saber!

    um abraço para si e para todos os meus amigos da Vila das Aves...
    Pedro Martins said...
    Em relação ao video é um lance legal, porque tem a ver com a intencionalidade do passe! O Bruno Alves faz um passe deliberado, o Roney não ganha a bola de um ressalto! Está em posição de fora de jogo mas não se pode sancionar porque o passe é feito por um adversário!
    João Machado said...
    Caro Pedro, acho muito estranho a lei estar, diga-se, a favor dos defensores (que no fundo erram) em vez de estar a favor de quem ataca. Mas afinal o futebol foi inventado para haver golos ou não? Que eu saiba ainda é o princípio fundamental do jogo.

    PS: Bom, na realidade, andam por aí uns comentadores desportivos, com a mania que são uns iluminados, e o que lhes interessa já não são bem os golos. São as segundas bolas, losangos, triângulos, linhas juntas, jogo bonito esteticamente, enfim...(país de doutorados)!
    Pedro Martins said...
    não sou nenhum iluminado, nem comentador! Longe de mim ter sequer o dom da palavra! Se fosse a questão de defender o golo puro e duro acaba-se com o fora-de-jogo! haveria mais golos de certeza!


    De certa maneira a Lei não fui eu que a fiz!

    Mais sego que o que não vê é aquele que não quer ver!

    Se calhar as Leis deviam ser como nos interessam e não iguais para todos! Em vez de vivermos no País dos iluminados viviamos no país dos cowboys!

    Isto é futebol podemos estar aqui a debater ideias, a confrontar opiniões, etc etc etc... eu dei apenas a explicação para o que sucedeu!

    Pde-se crucificar alguém por cumprir com o que a Fifa legislou??

    Desejo a todos os atletas do Aves um bom fim-de-semana desportivo!
    Pedro Martins said...
    Peço humildemente desculpa escrevi sego mas queria dizer CEGO!
    Zé Fernandes said...
    Caro Pedro,

    Convido-o então a explicar-me o que está mal no site da FIFA.

    Position + Involved in active play = offence

    What does interfering with active play mean? The International Football Association Board defines interfering with play as
    playing or touching the ball WHEN IT HAS BEEN PASSED OR TOUCHED BY A TEAM-MATE.

    mais claro que isto é impossivel e isto nega categoricamente a sua argumentação!

    http://www.fifa.com/flash/lotg/football/en/flash/start.html
    Zé Fernandes said...
    (PS: nao estou a crucificá-lo, nem sou um cowboy, só estou a dizer que discordo completamente da sua posição)

Post a Comment